“O Brasil precisa conhecer o Deus de Milagres”

Entrevista: Rafael Bitencourt Ele é o vocalista, ministro e compositor do Ministério Toque no Altar, que é finalista do Grammy Latino. Antes, foi atleta de futebol, tendo passagens por diversos clubes do Rio de Janeiro. Mas, aos 15 anos, uma doença mudou os rumos de sua vida. Acometido de meningite, já em estado terminal, sem poder se locomover, com dificuldades de visão e fala, Rafael experimentou uma restauração completa através da Fé em Cristo. Acabou recuperando por completo todos os movimentos. A partir daí, Rafael decidiu iniciar uma vida cristã responsável e acabou descobrindo seu talento musical. Além de atleta, foi professor de Geografia, mas hoje está no projeto de músicos em tempo integral do Ministério Apascentar e Toque no Altar. Sabemos que este Ministério nasceu debaixo da unção e da vontade de Deus... Conte-nos como tem sido essa trajetória. Rafael Bitencourt – Tudo que vivemos até hoje, e o que estamos sendo agraciados por Deus, só se manifestou porque estamos debaixo de uma autoridade espiritual, temos aliança com nossas lideranças e estas alianças nos respaldam e nos movem em direção à vontade de Deus. Não há mistério no sucesso do Toque no Altar, somente gravamos e fazemos o que Deus quer, o som que Ele quer, a ministração que o Brasil precisa ouvir de Deus, canções do Pai e que quer nos dar. Sendo assim, nossa busca sempre será por CDs e DVDs que possam traduzir esta nossa vontade de agradar a Deus e honrar o seu nome e, por isto, muitas vidas são impactadas, não só por nosso talento, nossa vocação, mas sim por causa da unção que nos respalda. Qual a expectativa do lançamento do novo CD “Deus de Milagres”? Rafael Bitencourt – Nossos CDs sempre são temáticos, e, no decorrer do ano de 2008, nosso pastor Marcus Gregório recebeu a revelação de que precisava conhecer o Deus de Milagres e, a partir do instante em que ouvimos esta palavra e direcionamento do nosso líder, o Senhor começou a entregar-nos as canções e, a cada música feita, uma oferta era entregue no altar em agradecimento. Começamos a entender que era um novo tempo, novas músicas, linhas melódicas diferentes, arranjos que valorizassem a Igreja e o bom gosto musical, ministrações que liberavam a voz de Deus. E é exatamente isso que as pessoas têm fome e sede, da voz de Deus. E nesse contexto, Deus nos deu uma música com este tema: “Deus de Milagres, estou aqui; das tuas promessas eu não esqueci. Tem dia e hora e vão se cumprir, Deus de Milagres estou aqui!”. Isto nos confirmou a vontade de Deus. Este CD tem 12 faixas, com músicas de celebração na linha de “Eu vou viver uma virada” – que se tornou sucesso em todo Brasil – e baladas maravilhosas como “Deus do Impossível” e outras melhores, pois tudo que Deus faz é a cada dia maior e melhor! O Evangelho hoje avança e tem alargado as fronteiras daqueles que honram a Deus... Conte-nos como o Ministério recebeu a notícia de que é finalista do GRAMMY LATINO? Rafael Bitencourt – Se tem uma expressão que possa traduzir este momento do TNA, esta expressão é: Dupla Honra! O GRAMMY é o sonho de muitos artistas da música em geral e estar entre os finalistas... Você pode dizer: “não tem preço”, mas eu digo: tem um preço muito alto de santidade, entrega, amor por vidas, obediência e excelência. Acreditamos que esta premiação vai nos projetar internacionalmente e estabeleceremos conexões importantíssimas com outros ministérios em prol do crescimento do Reino e cumprimento de outros sonhos. Este prêmio virá, estou certo disso, e será um marco para todos aqueles que entendem o que está em Ageu 2.9 e, por isso sabem que Aquele que começou a boa obra, ainda não terminou, pois tem muito, muito mais a se manifestar nesta nova casa! Vocês participaram do evento realizado pela TOP GOSPEL, “O LOUVOR DO BRASIL”. Como foi a experiência de estar num lugar com 10.000 pessoas louvando ao Senhor, o “Deus do Impossível”? Rafael Bitencourt – Foi maravilhosa, pois a organização deu um exemplo de excelência. O público não deixou por menos, o ambiente era favorável a uma noite poderosa. Nos sentimos honrados por Deus e por todos os irmãos da Top Gospel e colocamos nossos corações a servir homens e mulheres de Deus como estes. Confesso que nos arrepiamos quando ouvimos a multidão cantando nossas músicas. Afinal, eram canções recentes do último CD “É impossível, mas Deus pode” e se tornaram grandes sucessos do Brasil. Realmente esta noite marcou nossa trajetória. Fátima Rodrigues Revista Palavra de Paz
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda Toque no Altar

Daniel Carvalho (Scooby) Ex Toque no Altar , Raiz Coral se Prepara para um Novo CD solo

Radios do Rio de Janeiro

FEST GOSPEL - 2011

"PENTECOSTAL" O NOVO CD DE ROBSON NASCIMENTO

“Festa de Casimiro de Abreu” com Toque no Altar

Irmão Lázaro faz Live na web e lança projeto em vídeo

Lázaro e PG no Ministério Apascentar de Nova Iguaçu